Arquivos do Blog

Endossa: Loja colaborativa merece post colaborativo!

Endossa

 

euitayvoninha bombom: E aí galera, tudo bom? Hoje vamos fazer um post diferente!

 

Maíra Lmaírinha: Exatamente, porque estamos falando de uma dica que tem uma proposta diferente.

 

euitayvoninha bombom: Como vamos falar de uma loja colaborativa, nada melhor que um post também colaborativo. 

Maíra Lmaírinha: Isso, afinal duas cabeças pensam e relatam melhor que uma.

 

 euitayvoninha bombom: E pra dizer a real, esse blog também não seria nada sem o colaborativo das garimpeiras e dos leitores, claro! 

Maíra Lmaírinha: Primeiro, agradecemos a nossa amiga Simone, do blog Leitura Privada, pela dica!

 

Maíra Lmaírinha: …e também pela conta bancária no negativo de tantas compras que fizemos lá.

 

euitayvoninha bombom: A Simone me falou da Endossa quando eu tava procurando um presente original pra uma pessoa X. Acabei comprando o presente na Rainbow Room, que já falei aqui, e fui muito feliz na compra… Maaas voltando a Endossa, já tava querendo ir a um tempo lá… e sempre puxando a Mazinha pra ir comigo.

Maíra Lmaírinha: Porque afinal, quando se trata de Augusta, estou sempre dentro! (sem maldade, hein gente)

 

euitayvoninha bombom: Ultimamente temos gastado nosso dinheiro pelas andanças na Augusta, e também nossos tênis, mas tá valendo a pena, viu! Não é Má?

Maíra Lmaírinha: Com certeza! Quer lugar melhor que uma rua pertinho do metrô, cheia de bares, baladas, livrarias e lojas diferentes?

 

euitayvoninha bombom: Um dia ainda morarei na Augusta, ou perto dela…

 

Maíra Lmaírinha: A Paulista sempre me atraiu muito também! Geeentem, mas hoje estamos aqui, colaborativamente (ufa) pra falar da Endossa! 

euitayvoninha bombom: O legal da Endossa é que ela é tipo mãe, abraça todo mundo, dos pequenos aos grandes. É quase um shopping numa loja só, mas muito melhor. Só falta mesmo a praça de alimentação!

endossa

Fachada da Loja

Maíra Lmaírinha: E tem provador!! Na verdade dois, bem espaçosos e com um espelho grande. É tudo bem organizado e o clima descontraído… como o de uma feira livre.

euitayvoninha bombom: Falando um pouco mais sobre o esquema da loja pra vocês entenderem como funciona… os espaços são de vários tipos, tamanhos e são alugados pra quem quiser expor os produtos lá.

Maíra Lmaírinha: A cada semana as lojas vão mudando e você pode acompanhar esse “rodízio” pelo site deles ou pela rede social de 140 carateres que todo mundo já conhece!

euitayvoninha bombom: Para quem vende alguma coisa, qualquer coisa (lembrei de quando eu fazia biju e vendia pra família haha), pode alugar um espaço e vender lá.

Maíra Lmaírinha: Isso! Mais um incentivo… você pode expor suas criações perto de gente como “El Cabriton”, “Minha mãe que fez” e outras lojas muito legais.

Espaço da El Cabriton

Espaço da El Cabriton

Espaço - Minha Mãe que Fez

Espaço da grife "Minha Mãe que Fez"

Maíra Lmaírinha: Dependendo do tamanho da loja, ela ganha um espaço determinado, como cubículos personalizados. 

 

endossa

Cabides

Boxes

Boxes

Maíra Lmaírinha: E você encontra de tudo.

   

 

endossa

Infinitas possibilidades em cada box

euitayvoninha bombom: E cada um deles representa uma determinada loja.

 

Maíra Lmaírinha: Dentro tem desde camisetas até velas muuuuuito diferentes:


Garrafa e animais são alguns exemplos de velas

Garrafa e animais são alguns exemplos de velas

euitayvoninha bombom:  Além  de  vestidos,  bijus,  bolsas…

 

Maíra Lmaírinha: ...passando pelos acessórios mais diferentes que já vi:

 

endossa

Colares, brincos, sweet little monsters...tudo isso em um só Box!

euitayvoninha bombom: Puxa, até comprei um brinco muito lindo. Achei único… bem artístico.

 

Maíra Lmaírinha: E eu uma bolsa muito estilosa.

 

 

endossa

Audrey Hepburn revisitada

euitayvoninha bombom: Que eu quase roubei pra mim.

 

 

Maíra Lmaírinha: Você sabe que quando quiser é só pedir… colaboração é a alma do negócio né!

 

euitayvoninha bombom: Comprei uma camiseta estilo linda também verde. Sem esquecer que já tínhamos ido lá há duas semanas. E levamos uma carteira para balada.

endossa

 

Maíra Lmaírinha: SUPER discreta a minha:

  

 

endossa

euitayvoninha bombom: E sabe porque o nome “Endossa”? Sabe Má?

 

Maíra Lmaírinha: Nossa, não faço idéia!

 

 

euitayvoninha bombom: Porque quem “manda” na loja é quem compra, ou seja, quando você compra tal produto, ao mesmo tempo está decidindo que aquela marca continue na loja e conforme mais produtos vão sendo comprados da marca, ela pode ter um espaço maior na loja.

Maíra Lmaírinha: Caramba, que legal!

 

 

euitayvoninha bombom: Como a própria loja diz: a regra do endosso dá poder para que os consumidores decidam quais marcas participam da loja. Quanto mais você compra, mais a loja se molda ao seu gosto e ao seu estilo. Por isso é total colaborativo, o cliente colabora muito em como a loja vai ficando e ela vai mudando a cada semana.

Maíra Lmaírinha: E as lojas tem controle do que funciona ou não.

 

euitayvoninha bombom: O Encontrei Aqui também funciona assim, os leitores ajudam muito para quais assuntos vão voltar aqui ou não. Por isso, seus comentários são muito importantes!

Maíra Lmaírinha: Então sempre que estiver sem nada pra fazer, procurando um presente ou passando pela Augusta… lembre-se da Endossa! 

 

Onde? Rua Augusta, 1360
Quando? De Terça a Quinta das 12h às 20h
Sexta e Sábado das 12h às 22h
 Domingo das 16h às 22h
 E-mail? contato@endossa.com
Twitter? twitter.com/endossa
Flickr? http://www.flickr.com/photos/endossa

Anúncios

ZABOMBA, música boa na madrugada.

Dentro da noite paulistana é possível ter agradáveis surpresas musicais!

Numa despretensiosa sexta-feira conheci uma das bandas que considero hoje uma das minhas favoritas e merecedora de um lugar ao Sol.

foto_zabomba_02

A chamada Zabomba que se define como “uma banda cheia de vigor e paixão, superando a cultura do cinismo, buscando um lugar na trilha sonora das pessoas” é formada por Rapha Z (Voz), Beto Boing (Baixo), Paulo Passos (Guitarra) e Marco da Costa (Bateria).

O som deles já é bom em estúdio mas suas letras ganham intensidade na interpretação ao vivo. A energia passada no show é muito intensa e mesmo que as músicas sejam desconhecidas é impossível não ser envolvido. Com certeza, um dos mais contagiantes que já fui.

O repertório é contido de músicas repletas de personalidade e senso de humor, como a chamada “Puta”, explícita e debochada do início ao fim com refrão incrivelmente chiclete e “Não Não“, uma linda canção de amor.

No show, o vocalista Rapha Z., munido apenas de seu suspensório e microfone de época, toma conta do espetáculo e envolve a platéia com a paixão com que interpreta suas músicas (muitas sendo ele mesmo o compositor). No site da banda é possivel ouvir as músicas e baixá-las.

Recomendo “Não Não”, “Pronomes”, “Louca de Pedra”, “Puta” do último CD O Que Não se Explica e “Sansão”, “O Tempo Leva Tudo”, “De Papo Pro Ar” e “Lembrar” do primeiro CD Deslizando Sobre Ondas de Tensão.

Para alegria dos fãs e como oportunidade para conhecer, tem apresentação marcada dos caras!

Onde? Sarajevo – Rua Augusta, 1397.

Quando? Todas sextas de janeiro/2010.


Quanto? R$15,00 de entrada ou R$ 40,00 consumação

Contato? 3253-4292 zabomba@zabomba.com.br